Páginas

9 de dezembro de 2010

Os homens da Minha Vida

O post de Miliça me deixou saudosista - me lembrei de um tempo onde eu era rodeada de homi - caaaalma gente, caaaalma MD, eu falando dos meus amigos homens. Assim como Miliça e Fabi, eu sempre tive muito mais amigos do que amigas. Sempre admirei a forma descomplicada dos homens de encarar a vida - e quando complica, é só tomar um porre e pronto, tudo resolvido. Gostava também dos conselhos honestos e na lata tipo - "deixa de ser tonta, ele não quer nada com você, vou te explicar como homem pensa e blá, blá, blá", da liberdade de poder colocar um jeans surrado e sair descabelada e sem maquiagem pois a noite seria de bebida, cigarro e conversa, nada mais que isso, das piadas, do apoio, de ser chamada de irmã e saber que era isso mesmo -, não tem coisa mais bacana que ouvir um amigo dizer ao telefone -" durma com Deus, eu te amo, isso tudo vai passar ... " sabendo que isso era de coração, ou quando a sua filha nasce ouvir "eu sei que o Fábio não acredita que somos apenas amigos, mas eu o entendo, eu também sinto isso em relação à minha esposa, mas se é para o seu bem e para a sua felicidade, eu aceito o nosso distanciamento e sempre te guardarei em meu coração". Claro que tive amigos que me decepcionaram e muito, assim como amigas, isso é da vida, isso acontece, mas eu prefiro me lembrar das coisas boas - coisas ruins só lembro quando novas situações parecidas batem à porta, pois passar pela mesma experiência mais de 5 vezes é terrível ? ( hahahahahahahahahaha )

Que saudade dos meus irmãos, Man! Cada um do seu jeito, uns mais maloqueiros, outros mais carinhosos, outros mais bêbados, uns meio xiliquentos ( hahahahahahahaha ) mas todos eternamente em meu coração!

Beijos!

Sah

2 comentários:

Fabi Coltri disse...

Nossa, tb sinto falta dos meus.
Alguns ainda são muito presentes na minha vida.

Que dá saudade, dá mesmo!!

Beijos

MeL disse...

Eu ainda tenho todos eles, n largo nenhum!