Páginas

22 de abril de 2010

Discussões que não acabam nunca ...

Pois é, visualizem a seguinte cena em sua mente ...

Uma criança adorável e linda, chuta a bola no seu portão e faz aquele barulho do cão ... o que vc pensa da criança e dos seus pais??

Uma criança fofa está na fila pra ver o Papai Noel, mas ela se cansa, afinal é só uma criança, começa a barbarizar a fila e vc está atrás, vendo tudo, o que vc pensa da criança e dos seus pais??

Uma criança cuti cuti está no cinema, sentada na poltrona atrás da sua e cansa de assistir o filme e então começa a chutar a sua poltrona, o que vc pensa da criança e dos seus pais??

Será que existe resposta pra isso?? Com certeza quem não têm filhos vai fazer aquele sermão interminável defendendo seus direitos de ver televisão sem alguém chutando bola no seu portão, de ir ao cinema sem ter alguém chutando sua poltrona, de ir ver o Papai Noel sem ver ninguém tendo comportamentos diferenciados na fila ... e aí vêm a réplica de quem tem filho, dizendo principalmente a frase preferida deles "TENHAM OS SEUS", e o que acontece a seguir?? A tréplica ... a quadruplica, a quintuplica, a sextuplica e a discussão nunca que vai acabar não é?? Alias, nem sei se essas palavras existem, mas vcs me entendem né!!

Tenho lá minhas opiniões, mas prefiro deixar guardada pra euzinha mesmo e não pq ainda não sou mãe praticante, e sim pq aqui se está em questão uma coisinha muito mais profunda do que ser ou não ser mãe/pai ... tenho certeza que cada um sabe onde o calo lhe aperta, e na verdade ninguém gosta de ser julgado ou terem seus filhos julgados.

Beijos,


7 comentários:

MeL disse...

A parte do papai Noel é bem real na minha vida..kkkk

jefhcardoso disse...

Olá Irmãs! Esta semana estou divulgando uma “nova” postagem. Trata-se de um conto; que na verdade vem a ser uma reedição de meu blog. Sua postagem original ocorreu em 13.02.09; sendo esta a minha terceira postagem no blog. Naquela ocasião este texto não recebeu nenhum comentário. O texto é “O Sr. e o Dr.”. Espero que você, tendo um tempinho, o aprecie.
Um grande abraço, minha gratidão antecipada!

Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

aquelacoisaminha disse...

o velho ditado das pessoas julgarem o "livros" pela capa...
hey axei seu blog em uma indicação de selo por ai :) comecei a seguir, sempre estarei por aqui opinando claro se nao for encomodo.
Beeeijo grande!

Nina disse...

lembro da vez que eu fui ver um filme no cinema e a criança não parava de falar, tive vontade de discutir... mas são crianças fazer oqe? ehuahu (:

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

E quem, quando criança nunca fez dessas coisas?
Acho que realmente não é fácil para os pais... Ainda não sou mãe, mas sei que todos estão sujeitos a essas situações...

Lú, pareceu post da Sah... rsrsrsrsr
Como está a jujubinha?
xero linda!

Flávia Romanelli disse...

Eu tenho um moleque de 9 anos, mas acho que não dá pra justificar tudo por serem crianças. Educação e respeito com o próximo tem que ser ensinado desde sempre, senão nunca aprendem e vão furar fila, roubar vaga de estacionamento e outras pérolas quando crescerem!

Luana disse...

Concordo! Não vou negar que muitas vezes me estresso com as crianças. Mas eu trabalho com elas! Aprendi a entendê-las e ter paciencia com elas!